Seleção de Vitória é a grande campeã do 21º Estadual Banestes de Beach Soccer

A FINAL FEMININA - VITÓRIA CAMPEÃ

Foto: Laila Pecoari

A grande decisão deste sábado ficou por conta das mulheres, no confronto final do módulo feminino, entre Vila Velha e Vitória. E o título ficou com a equipe da capital, de virada! Quem deu números iniciais à partida foi a seleção de Vila Velha, com a atleta Carol. Completou o placar para a equipe da casa a atleta Lívia. Porém, Sabaini, Flavinha e Jasna marcaram, reverteram o placar e decretaram o título da seleção de Vitória no naipe feminino. PREMIAÇÕES Vitória também foi a equipe com mais prêmios individuais. Isto porque a experiente atleta da capital, Silvana, foi a artilheira, com oito gols marcados, e a melhor jogadora da competição foi Cecília, também atleta da equipe. Silvana recebeu o troféu das mãos do ex-atleta de Beach Soccer e hoje gerente de esportes da Sesport, Bruno Malias, e também do presidente da Federação Capixaba de Beach Soccer (Fecabes), o ex-goleiro Marquinhos.

Foto: Laila Pecoari "Cada competição é única, temos o nosso desafio. Essa foi uma das mais difíceis pra mim.Fraturei o meu pé durante a competição, tem dois dias, estava super pra baixo, mas confiante pois nosso grupo é muito trabalhador, batalhador, mas foi muito difícil pra mim. Não estava conseguindo nem correr direito, mas nosso time é unido, forte dentro de quadra e também fora. Foi o título mais difícil e o mais feliz", afirmou Silvana. Cecília posou para a foto com seu prêmio, com ninguém menos que o técnico da Seleção Brasileira Feminina de Beach Soccer, Fabrício Santos. A seleção feminina foi campeã da Copa Intercontinental, em agosto, na Rússia. O comandante da amarelinha falou sobre a competição, a importância do retorno do Estadual, e enalteceu o tradicional potencial do Espírito Santo dentro do cenário nacional na modalidade.

Foto: Laila Pecoari "Após este período de pandemia, que não acabou, apenas diminuiu, estamos aqui prestigiando a modalidade, a modalidade precisa ter competições deste nível aqui. De estrutura, de condições, de transmissão. Hoje, nós, da seleção brasileira, conseguimos estar presentes, porém estar presente em todos os cantos é muito difícil, mas eu venho buscando isso. E quando não consigo, é importante que a transmissão aconteça. É a forma que temos de desenvolver a modalidade, de valorizar essas meninas, para que elas tenham a oportunidade de vestir um dia a amarelinha, que é o sonho de todas. Toda essa estrutura, tudo isso, são pontos fundamentais. Deixo aqui meus parabéns pelo evento.", disse Fabrício. "O Espírito Santo é o berço da modalidade. Sou do Rio, então sempre falamos que é o Rio, mas o ES tem isso! Acho que podemos dividir esse espaço. É importante demais para a modalidade, como um todo.", salientou Fabrício A seleção vice-campeã, Vila Velha, também teve representante nos prêmios individuais. A goleira da equipe canela-verde, Karen, foi eleita a melhor da posição, e recebeu o prêmio 3º e 4º LUGAR

Foto: Laila Pecoari O sábado na arena da Praia da Costa também foi marcado pela definição da terceira e quarta melhor equipe feminina da competição, após o confronto entre a seleção de Afonso Cláudio e Cariacica. A equipe da Grande Vitória saiu na frente com Jéssica, que marcou quatro gols, e Brenda ampliou. Para Afonso Cláudio, Lorena, Francielle e Sabrina diminuíram o placar, mas não o suficiente para evitar a derrota. Com o resultado, Cariacica finaliza a competição com o terceiro lugar, e Afonso Cláudio termina sendo a quarta melhor seleção do Estadual.